AGUDA

Eu rosno. Verdade. Se alguém me contraria ou alguma coisa me aborrece eu rosno (fico vesga também). Quanta beleza, certo?
Esse é o meu normal, mas em alguns dias isso se potencializa. E eu tenho 6999999999979 de motivos pra isso: as pessoas do mundo (excluindo a minha família e alguns amigos). Mas, tudo bem, porque nem era sobre isso que eu ia falar agora.
Sempre achei um absurdo que em determinados períodos hormônios pudessem piorar tudo isso. (NÃO IMPORTA SE VOCÊ ACHA QUE TPM É CULTURAL eu acho). Ela acontece, infelizmente. Primeiro eu achava que eu virava uma pessoa totalmente diferente, depois eu percebi que é nessas horas que eu sou eu, de verdade. Sei que grosseria não é antônimo de hipocrisia, mas… Vai ser nesses dias que se você me perguntar alguma coisa eu vou responder com sinceridade, talvez vá ser o dia que eu não vou querer ouvir uma sinceridade sua.
Achava que eu ficava chata, mas não. Sou eu mesma, com um pouco de sal. Pimenta? Sou eu mesma só que com acento. Um acento bem agudo.

nickass

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s